Øistein_curuja.jpg

Neste ano atípico, em que os Encontros, Entrevistas e Workshops do Paraty em Foco acontecerão online, decidimos manter uma parte presencial em Paraty, com exposições externas na Quadra e na Praça da Matriz, uma marca registrada do Festival. Na Quadra, teremos a exposição da Convocatória Paraty em Foco 2020, com os 20 finalistas das Categoria Ensaios e Fotos Únicas. Uma exposição que mostra um amplo panorama das novas tendências, assim como trabalhos emergentes, enviados de todo o Brasil e de outros países. Na Praça, exibiremos as exposições dos fotógrafos convidados, Øistein Joahnnessen da Noruega, Jeroen Toirkens da Holanda e as brasileiras Betina Samaia e Paula Clerman. Uma programação enxuta, mas de qualidade, marcando a resistência do Paraty em Foco - e da própria fotografia - em tempos desafiadores.

©NereuJR–05.jpg
©NereuJR–06.jpg

Foto da Convocatória 2019 na Quadra da Matriz ©Nereu Jr

Detalhe_exposição_Selfie_2020.jpg

Durante o Paraty em Foco 2018 fizemos a primeira edição do Selfie em Foco, solicitando aos amigos do festival que enviassem seus autorretratos para publicarmos no site. Foi uma bela surpresa e a iniciativa atraiu uma grande variedade auto-retratos com olhares e abordagens surpreendentes. Neste Paraty em Foco 2020, os Selfies que recebemos continuam surpreendentes e para realizar uma nova exposição, a curadoria do Festival, irá selecionar os 30 melhores enviados da Convocatória Selfie em Foco 2020. A exposição Selfies em Foco este ano ocupara uma estrutura de box-truss na Quadra da Matriz, ao lado do finalista das Fotos Únicas e dos Ensaios. 

"SELFIE EM FOCO 2020"

_BOREALIS-07.jpg
Borealis Project ©Jeroen Toirkien

Borealis mostra imagens do livro homônimo produzido pelo fotógrafo holandês Jeroen Torkiens, em parceria com o jornalista Jelle Brandt Corstius, uma obra abrangente das florestas boreais na Ásia, Europa e América do Norte. Baseados em 8 viagens as imagens descrevem a florestas e seus significados filosófico e os efeitos sobre as pessoas que vivem em uma vasta extensão de floresta como os bombeiros da Sibéria ou as vastas florestas do Canadá, em um misto de beleza artística e um contundente documentário.

"BOREALIS" Jeroen Torkiens

Øistein_Miko.jpg

"O OLHAR DA FAUNA" Øistein Johannesen

O norueguês Øistein Johannesen viveu três anos no Rio de Janeiro e neste tempo produziu um registro único sobre a fauna da América Latina, pássaros, animais terrestres e aquáticos em seus enormes biomas que segundo ele "estão sob pressão". Em suas  fotografias vemos esses animais encararem as lentes do autor quase a perguntar o que o homem está fazendo ao mundo? Ele criou o projeto Alive, cuja intenção doar recursos oriundos da venda das suas imagens na Noruega para a Reserva Ecológica de Guapiaçú ( REGUA) dedicada ao reflorestamento da Mata Atlântica no Rio de Janeiro.

IR Amazonia Indiozinhos no Rio BET_2360
ir-amazonia-tronco-bet_9699-ps-v2-1l-102

Desde o início deste milênio a paulista Betina Samaia viajou a pela Amazônia brasileira, retratando as florestas, olhando para os campos devastados, as ilhas despesas e a solidão das árvores, ou seja a solidão amazônica. Através da fotografia infrared, a autora desloca os eixos das cores básicas, criando por sua vez paisagens oníricas que ressaltam essa quietude e reafirmam o papel da arte na permanência do nosso meio ambiente.

"AMAZÔNIA" Betina Samaia

_DSF6280tratadap.jpg
DSCF9590tratadap.jpg

É um trabalho calcado em reflexões sobre a responsabilidade do processo de industrialização e do estímulo irresponsável do consumo, que por um lado promoveu o conforto, mas por outro necessita de soluções para a sustentabilidade do planeta.  Para isso a autora viajou por vários países e produziu paisagens que são mostradas com um revestimento plástico a interceptar a realidade e o conceito descrito pela fotógrafa. Como ela diz "Se somos os criadores do futuro, teremos que repensar nosso relacionamento com a natureza e o que produzimos diariamente."

"SEMPRE A HABITAR-NOS" Paula Clerman

JUNIOR PARATY EM FOCO.jpg

©Sebastião Reis Junior

KARINA NEMO PARATY EM FOCO.jpg

©Karina Sechi Seboff

Um território além de demarcar um espaço físico pode revelar um exercício cotidiano de sobrevivência. Uma porção de espaço marcada por relações múltiplas, mas essencialmente íntimas através do campo imagético de cada autor aqui reunido.

Diferentes lugares como o litoral brasileiro ou do sul da França contrapõem-se aos detalhes e amplitudes urbanas, enquanto que a quietude pode surgir tanto dos prados  interioranos como das águas mais geladas do extremo sul da América.

Em cada fotografia um fino relato de como direfentes autores enxergam o mundo contemporâneo. Mostram, acima de tudo, como transformam dias incertos em arte e espaços ínfimos  e monumentais em poesia.

"TERRITÓRIOS" Coletiva com a curadoria de Juan Esteves

O 16º Paraty também acontece na CASA PEF KLINK, na Rua Dona Geralda, 303 na Praça da Matriz Centro Histórico. Horário de funcionamento: Quarta-feira dia 21 das 16h às 22h e de quinta a domingo das 10h às 22h. Na CASA PEF também teremos as exposições: no primeiro andar, “ANTÁRTICA” da fotógrafa paulista Marina Klink, no terreo, “NA RUA COM FLÁVIO DANN” de Flavio Dann, homenageado PEF 2017, que infelizmente nos deixou este ano, “METAMORFOSE” do italiano Roberto Kusterle, convidado PEF 2017,  “MECÂNICA DO FANTÁSTICO" da francesa Maia Flore, convidada PEF 2018, “TERRITORIO” coletivo com a curadoria do Juan Esteves, com Antonio Mozeto, Denise Schoueri, Daniella Rosário, Eliane Rodrigues, Flavio Roitman, Flavio Magalhaes, Karina Sechi Serboff, Paula Bajer Fernandes, Fabiana Souto, Sebastião Reis Junior, Eduardo Paiva e Rodrigo Gabriele. Também teremos obras de outros autores.que fazem parte do acervo Paraty em Foco.

CASA PARATY EM FOCO KLINK

Expo Marina.jpg

"ANTÁRTICA"  de Marina Klink

Expo Kusterle.jpg

"METAMORFOSE"  de Roberto Kusterle

Expo_Flávio_D.jpg

"NA RUA COM FLÁVIO DANN"  de Flávio Dann

Expo Maia Flore.jpg

"MECANICA DO FANTÁSTICO"  de Maia Flore